63. Avaliação da transferência de carga de um tubulão assente em solo da formação barreiras – SEFE 9 – 2019

62. Avaliação do risco de fundação de viaduto executado em estaca raiz - Estudo de caso – SEFE 9 – 2019

61. Avaliação da transferência de carga em profundidade de estacas hélice contínua com base no conceito do adensamento unidimensional – SEFE 9 – 2019

60. Capacidade de carga geotécnica de estacas de perfil metálico com base em provas de carga a compressão – SEFE 9 – 2019

59. Avaliação de prova de carga em estaca escavada de grande diâmetro em solo sedimentar – SEFE 9 – 2019

58. Contribuição de grampos verticais injetados na estabilidade e deslocamentos de obras de solo grampeado – SEFE 9 – 2019

57. Microestaca injetada: comportamento sob carregamento dinâmico e comparação com métodos semiempíricos, dinâmicos e numéricos – SEFE 9 – 2019

56. Behavior of laterally top-loaded deep foundations in highly porous and collapsible soil – Journal Material Civil Eng - ASCE – 2019

55. Influence of relative stiffness on the behavior of piled raft foundations – ACTA SCIENTIARUM – 2018

54. 3D Numerical Modeling applied to analysis of piled foundations - REVISTA ENGENIARE - 2018

53. Probabilistic and deterministic analysis of an excavation supported by tiebacks and nailing in residual soil of gneiss – GeoMeast – 2018

52. Análise da capacidade de carga de estaca hélice contínua instrumentada por meio de métodos semiempíricos e computacionais – COBRAMSEG – 2018

51. Avaliação de perfis de estacas por meio de ensaios de integridade de baixa deformação – COBRAMSEG – 2018

50. Avaliação da resistência à compressão não confinada e cisalhamento de dois tipos de solos com adição de fibras de papel kraft – COBRAMSEG – 2018

49. Desempenho de estacas tipo hélice contínua monitorada na cidade de Santo André-SP – COBRAMSEG – 2018

48. Avaliação do atrito lateral de pré-moldada de concreto através do ensaio Pressiométrico de Ménard em solos tropicais – COBRAMSEG – 2018

47. Avaliação do risco de fundação em estacas metálicas na baixada santista - Estudo de caso – COBRAMSEG – 2018

46. Análise numérica de fundações estaqueadas compostas por estacas de pequeno diâmetro – COBRAMSEG – 2018

45. Evaluation of the behavior of horizontally loaded pile in collapsible and unsaturated soil using 3D numerical modeling – UNSAT– 2018

44. Using electrical resistance strain gages in instrumentation of deep foundations – CFPB – 2017

43. Análise da instrumentação durante a escavação de túnel de baixa cobertura em solo sob uma rodovia em operação – CBT – 2017

42. 3D Numerical Modeling applied to analysis of piled foundations – Revista Ingeniare – 2017

41. Solo grampeado vertical sobre aterro não controlado e camada de argila orgânica muito mole - Experiência adquirida – COBRAE –2017

40. Análise numérica de radier estaqueado composto por estacas parcialmente embutidas em rocha – COBRAMSEG – 2016

39. Modelagem numérica de contenção em solo grampeado em área urbana, um caso de obra – COBRAMSEG – 2016

38. Analise de provas de carga em estacas hélice continua de comprimentos variados em solos lateríticos da formação barreiras – COBRAMSEG – 2016

37. Atrito lateral de estaca hélice contínua - Instrumentação em Profundidade vs Metodologia Camapum de Carvalho et al. (2010) – COBRAMSEG – 2016

36. Análise de previsão de capacidade de carga de estaca mista pré-moldada e metálica em solo sedimentar da cidade do Recife-PE – COBRAMSEG – 2016

35. Avaliação do risco das fundações de uma obra executada em estaca hélice contínua na região metropolitana do Rio de Janeiro – COBRAMSEG – 2016

34.Análise da Interação Solo-Estrutura das Fundações de Unidades Aerogeradoras – COBRAMSEG – 2016

33. Avaliação do emprego de prova de carga estática e ensaio de carregamento dinâmico em estacas tipo hélice contínua – COBRAMSEG – 2016

32. Análise de provas de carga em estacas hélice continua com ponta apoiada em arenito – CNG – 2016

31. Assessment of results of CPT tests in porous lateritic unsaturated soil from Campinas, Brazil – ISC – 2016

30. Solo grampeado em áreas urbanas, retro análise de uma ruptura – CNG – 2016

29. Análise da estabilidade de talude por meio de métodos de equilíbrio limite e modelagem numérica – COBRAE – 2013

28. Análise do atrito lateral em estacas hélice contínua instrumentadas por meio do conceito de rigidez – COBRAMSEG – 2012

27. Estudo da condutividade hidráulica do solo laterítico de Campinas-SP – GeoRS – 2011 

26. Evaluation of the lateral friction of piles in a diabasic soil through pressio meter Test – ISC – 2008

25. Método alternativo para determinação da massa específica dos sólidos – COBRAMSEG – 2008

24. Behavior of continuous flight auger piles subjected to uplift load tests in unsaturated diabasic soil – BAP V – 2008

23. Análise do comportamento de estacas ômega carregadas transversalmente com quatro condições do solo – Revista Geotecnia – 2008

22. Efeito do solo-cimento no comportamento de estaca carregada lateralmente – Simpósio Brasileiro de Solos Não Saturados – 2007

21. Behavior of instrumented continuous flight auger piles in sedimentaryand residual soils – PCSMGE - 2007

20. Campos experimentais brasileiros – SOILS & ROCKS – 2007

19. Provas de carga em estacas hélice contínua monitoradas em solos sedimentares – COBRAMSEG – 2006

18. Comportamento de uma estaca metálica tipo perfil “I” laminado no campo experimental da UNICAMP – COBRAMSEG – 2006

17. Comportamento à tração de estacas tipo hélice contínua executadas em solo de diabásio – COBRAMSEG – 2006

16. Avaliação de um solo laterítico coluvionar de Campinas-SP, por diferentes procedimentos de determinação de índices físicos – CAMSIG – 2006

15. Mapeamento do subsolo utilizando técnicas de modelagem digital de terreno do campus da UNICAMP - Campinas-Brasil – CNG – 2006

14. Comportamento de estacas pré-moldadas e escavadas, instrumentadas, em solo não saturado. A experiência do campo experimental da UNICAMP-Campinas – 2006

13. Estudo de resistência e colapsibilidade de um solo laterítico de Campinas – COBRAMSEG – 2006

12. Estudo do comportamento de um solo tropical, laterítico, não saturado, da região Centro-Sul do Brasil – Convención de las Geociencias y la Química Aplicadas a la Construcción – 2005

11. Estimación de capacidad de carga de pilotes a través de ensayos de campo – Convención de las Geociencias y la Química Aplicadas a la Construcción – 2005

10. Bored, continuous flight auger and omega instrumented piles: behavior under compression – International Conference ISSMGE – 2005

09. Utilização de argamassa industrializada para o preenchimento de estacas raiz – 2004

08. Behavior of Omega piles, subjected to compression instrumented load tests – ISC – 2004

07. Análise de estacas escavada e hélice contínua, carregadas transversalmente no topo, em solo não saturado de diabásio – Simpósio Brasileiro de Solos Não Saturados – 2004

06. Capacidade de carga de estacas escavadas em solo de diabásio, submetidas a carregamentos de tração – SEFE – 2004

05. Statistical approach for higher technical objectivity concerning the ideal number of SPT probing for optimization of foundation projects – PCSMGE – 2003

04. Estaca tipo strauss instrumentada em solo arenoso – COBRAMSEG – 2002

03. Estacas escavadas, hélices contínuas e ômega: estudo do comportamento à compressão em solo residual de diabásico, através de provas de carga instrumentadas em profundidade – Dissertação de doutorado – 2001

02. Análise do comportamento de estaca pré-moldada de pequeno diâmetro, instrumentada, em solo residual de diabásio da região de Campinas – Dissertação de mestrado – 1996

01. Utilização dos métodos de previsão de carga de ruptura à compressão, em provas de carga horizontais